Responsável

Puspitapallab Chaudhuri (DF-UFAM); Cleverton O. Dias (PPGFIS-UFAM); Henrique Pecinatto (PPGFIS-UFAM)

Local :

Auditório José Leitão, Bloco do Departamento de Estatística, Térreo, ICE.

Público-Alvo:

Alunos de Graduação e Pós-Graduaçao

Descrição

O Python é uma linguagem de programação de alto padrão, criada com base na produtividade e legibilidade. Nos últimos anos, sua adoção no meio científico e acadêmico cresceu grandemente, e isso se deve a fatores como os descritos acima, sua facilidade na integração com diversos sistemas operacionais, bem como a diversidade de aplicabilidade em inúmeros ramos das ciências. Dentro da física, esta linguagem se adequa perfeitamente, pois através de seus módulos é possível obter os dados e visualizá-los, trabalhar com matrizes, automatizar tarefas, tudo isto por meio de um código limpo e de fácil entendimento. Durante o curso de física moderna e mecânica quântica, os estudantes são confrontados a obterem as funções de onda e as energias permitidas de diversos sistemas quânticos como, por exemplo, o poço quadrado finito, poço duplo, e oscilador harmônico. Na prática, o que se obtém são conjuntos de dados que muitas vezes não são muito bem explorados pelos alunos devido a falta de um mecanismo de visualização destas informações, e tal mecanismo poderia auxiliar no entendimento do fenômeno. Neste sentido, tem-se a proposta de mostrar que é possível construir uma base teórica mais concreta acerca da mecânica quântica com a utilização do Python para os fins supracitados. A visualização dos orbitais atômicos do átomo de hidrogênio de um modo interativo é um exemplo concreto do que esta linguagem pode oferecer. Mostraremos como o Python pode ser usado para este e para mais alguns conceitos básicos de Mecânica Quântica durante a apresentação.

Horário

Dia 23/10/2019 das 11h - 12h